terça-feira, 23 de junho de 2009

Tiro no Pé!

PANICO NA TV, NO PAÍS DE MOSSORO.
O humor do Programa Pânico na TV, da Rede TV, é sem sombra de duvidas depreciável, principalmente quando os personagens Cristian Pior e o Presidente Lula Molusco entra em cena, porém tem quem goste, mas, contratar um humor sarcástico como esse para divulgar um produto, produto que é oferecido aos quatro cantos do planeta como o melhor São João do mundo, e os caras vem e dizem que: “..arroz, feijão, carne, joga um ovo podre por cima, vira o que? Mossoró!...” “...Parece mais uma parada gay...” “...Nos estamos a 2.000 km do Rio e 2.600 km de São Paulo, essa é a distância da civilização para o inferno...”, gente que absurdo, de quem será que foi essa maldita e infeliz idéia.

O quadro que foi ao ar no dia 21 de junho, comprova o centenário preconceito que existe com o nordeste e o seu povo. Um absurdo!

Para comprovar o que escrevi, assista ao vídeo aqui no blog, e tire suas próprias conclusões.
video

Um comentário:

  1. Olá Júnior!
    Antes de comentar essa postagem, devo lhe parabenizar pelo blog. Minha tia Ceição Souto me enviou o link e achei bacana a proposta. Sou umarizalense, mas moro aqui na capital desde sempre (rsrs). Apesar de não conhecer muitos dos que aparecem nos posts e fotos, acho interessante ver que a cidade não está estgnada...principalmente em se tratando de comunicação(Sou estudante de Jornalismo).

    Não vou negar que ficaria feliz em ver os "meus" por aqui, mas isso não vem ao caso...hehehe

    Bom, quanto o epísódio "Pânico em Mossoró", concordo que as piadas depreciam a cidade. Mas uma coisa é fato: é de conhecimento geral que o Pânico apela para o humor negro em sua matérias. Ou seja, quando a prefeitura ou seja lá quem viabilizou a presença da equipe da Rede TV na cobertura da festa, já sabia que as coisas seguiriam esse rumo. Não acho que o problema está nos "repórteres", mas sim no objetivo do programa. Quaisquer que estivessem fazendo a cobertura para o Pânico fariam as mesmas piadas ou até piores.. Apesar que acredito que isso não afetou a grandiosidade do evento, que vem se consolidando a cada ano no calendário festivo do Estado.

    Contudo, fica a lição!
    Abs
    Italo Amorim

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante, contanto que não seja ANÔNIMO, identifique-se, e fique a vontade para expor o seu pensamento.